Como criar uma marca memorável

Imagine uma maçã mordida e tente não pensar em Macbooks, iPads ou iPhones. Agora imagine um arco dourado num fundo vermelho sem pensar em batatas fritas e hambúrgueres. Impossível não é? Nem precisamos mencionar o nome destas empresas, pois elas definiram com sucesso a identidade da marca no seu cérebro. Agora é a sua vez! Aprenda conosco como construir uma marca memorável por conta própria! O que irá ajudá-lo é a consistência cunhada em um documento: as diretrizes da marca.

Não pense que é algo com o qual apenas as grandes empresas precisam se preocupar. Você é dono de uma cafetaria ou trabalha como freelancer? Então precisa desenvolver a identidade da sua marca e comunicá-la!

O que é identidade de marca?

A identidade da marca é uma imagem única da sua empresa, que o diferencia dos seus concorrentes.

Por isso, é importante escolher cuidadosamente os elementos da marca, pois são eles que irão representar a imagem correta e precisa da sua marca para os seus clientes. Com base nesses elementos, eles saberão o que esperar ao lidar com você, por isso assegure-se de que eles representam fielmente a sua empresa.

E atenção! Os elementos escolhidos devem ter em conta cada forma de comunicação (visual, falada ou escrita) com os seus clientes.

No fundo, tenha em mente que a identidade da marca não é algo que você cria uma vez e depois esquece.

Consistência é a palavra-chave

À medida que você produz cada vez mais conteúdo, imprime novos cartões de visita para novos funcionários ou cria embalagens para novos produtos, assegure-se de que todos esses itens são consistentes. Assim, todos saberão imediatamente que eles pertencem à sua marca, tal como todos reconhecem as garrafas da Coca-Cola, por exemplo.

O mesmo acontece com o estilo de comunicação – o tom que você usa nos e-mails e no seu site deve ser o mesmo.

Imagine um potencial cliente lendo um texto super profissional, escrito com seriedade, no seu site de consultoria financeira. E então, para surpresa dele, o seu agente de suporte ao cliente atende a sua ligação com as palavras “Olá, amigo, e aí?”. Confuso, certo?

É por isso que todos devem estar em sintonia!

Tudo isto pode ser difícil de seguir para os seus funcionários ou até mesmo para você, caso você não tenha um conjunto de instruções, não acha?
Não se preocupe! As diretrizes da marca estão aqui para ajudá-lo com isso.

Antes de embarcar nesta missão…

Disponibilizamos aqui o nosso modelo que irá ajudá-lo a criar as diretrizes da sua marca! Descarregue-o e siga as nossas instruções ao longo deste artigo. Vamos informá-lo cada vez que precisar dar uma olhada nele.

Como desenvolver a identidade da sua marca

Quer saber como desenvolver a identidade da sua marca? Antes de mais, tome o seu tempo e pense bem sobre isso.

Pegue um lápis e algumas folhas de papel em branco e desligue o telefone.

Este é um passo muito importante que irá ajudá-lo a dar um passo em frente.

Assim que estiver bem ciente dos valores centrais da sua marca e identificar a missão da sua empresa, anote essas informações na página 3 do modelo.

Decida os valores da marca

Em primeiro lugar, tente responder a estas perguntas com o máximo de detalhes possível:

  • Qual é a missão da sua empresa?
  • Por que existe?
  • A sua empresa tem um objetivo claro?
  • Há alguma meta que deseja alcançar através do seu negócio?
  • Que produtos ou serviços você está oferecendo aos seus clientes e que benefício eles tiram deles?
  • Qual é a sua história?

Ofereça uma história cativante para apresentar a sua empresa, pois o storytelling é muito importante atualmente. Declare os seus valores através de narrativas divertidas e criativas, que sejam fiéis aos seus valores.

Além disso, encare a sua empresa como uma pessoa – quais são as 5 palavras que descrevem a sua personalidade?

Quais são os atributos da sua marca?

Como você descreveria a sua empresa em palavras? Masculino ou feminino? Simples ou complicado? Cinza ou colorido? Formal ou informal? Autoritário ou acessível?

Atributos da sua marca - Smashing logo maker

Smashing logo maker permite que você escolha os atributos da sua marca ao desenvolver o logotipo

Agora tente imaginar a sua empresa em cores – literalmente. Que sentimentos você tem quando pensa na sua empresa enquanto cliente? Você pode descrever esses sentimentos em cores?

Existem sentimentos, emoções, imagens e outros atributos específicos que você deseja associar à sua empresa?

O que a sua empresa representa?

Quem são seus clientes e quem são seus concorrentes?

Defina as personalidades dos potenciais clientes, para ver para que tipo de pessoas irão procurar os seus serviços e produtos. Depois, veja como os seus concorrentes lidam com eles. O que você pode fazer diferente ou melhor?

Depois de responder a estas perguntas, você saberá imediatamente como representar a sua empresa, não só em termos de representação visual, mas também o tipo de comunicação com os clientes.

Após tudo isto, você estará pronto para seguir em frente!

O que são diretrizes de marca?

Essencialmente, uma diretriz de marca é um manual de instruções sobre como comunicar a sua marca.

As diretrizes da marca ajudam-no a apresentar sua identidade de forma consistente, intercambiável e reconhecível na comunicação visual, falada e escrita.

Todas as regras sobre o uso do logotipo, imagens, estilo de comunicação, fontes corretas, cores, etc. devem ser listadas aqui. No manual, os seus funcionários, clientes e parceiros de negócios devem encontrar todas as regras e orientações necessárias para uma comunicação consistente e coerente da sua marca.

Por que a sua marca precisa de diretrizes?

  • As diretrizes da marca fornecem consistência, por isso a sua marca ficará colada nas mentes dos seus clientes e potenciais clientes.

  • Graças ao manual, todos os seus funcionários saberão como usar as cores, logotipo e fontes corretamente, para fortalecer o reconhecimento da sua marca.

  • Graças a instruções claras, os seus agentes de atendimento ao cliente saberão como comunicar com os seus clientes em todos os canais de comunicação: redes sociais, e-mails, telefone e pessoalmente.

  • A sua marca manterá uma personalidade coerente.

As diretrizes da marca ajudarão você a alcançar esta consistência a longo prazo. Imagine-as como um manual de cuidados diários da marca. Todas as decisões serão tomadas corretamente, se você as seguir.

Desenvolvendo o design da marca: elementos fundamentais da identidade da marca

Elementos de design escolhidos corretamente ajudarão você a alcançar a sua identidade de forma mais tangível. Quais são as características cruciais?

Ao percorrer o nosso modelo, você encontrará esses elementos na seguinte ordem: logotipo, paleta de cores, tipografia e elementos secundários, como padrões, fotos, ilustrações e iconografia.

Agora, vamos decompô-los.

Logotipo

O logotipo é o elemento da empresa que raramente deve mudar. Stella Artois, por exemplo, tem um desde os anos 1300!

Como tal, certifique-se de que usa símbolos, formas e textos que sejam fiéis ao seu DNA. O logotipo deve evocar a sua marca e história imediatamente: algumas empresas nem precisam de mais nada além de seu logotipo para serem imediatamente reconhecidas em todo o mundo! É o caso da Apple, Google e da Coca-Cola.

Esteja pronto para criar diferentes versões para diferentes usos – impressão, tamanhos responsivos para aplicativos e web, etc. Portanto, crie um logotipo escalável.

Muitas vezes, a fonte primária também é usada no logotipo. Você pode usá-la em títulos e outras mensagens importantes. É igualmente importante que use cores sólidas, para que seja fácil adaptar o logotipo a diferentes fundos.

Confira o logotipo principal do Facebook ou Netflix e, em seguida, a sua versão secundária na aba do navegador. Verá que a versão secundária é uma versão simplificada do logotipo principal, que reflete as cores, padrões e formas do logotipo principal.

Contudo, às vezes pode ser completamente diferente – como Freddie, o chimpanzé do Mailchimp.

Logotipo da Mailchimp

Logotipo da Mailchimp

Paleta de cores

As cores não são estritamente visuais: elas podem desencadear uma forte resposta emocional! Existe todo um campo na psicologia das cores sobre como elas fazem você comer mais, se sentir mais criativo ou fazer você respeitar algo instantaneamente.

Vamos verificar o arco-íris rapidamente:

  • Vermelho: uma cor repleta de vibração e forte emoção, que incorpora energia e sabedoria. Pode desencadear compras por impulso e também pode fazer você beber e comer mais. Pense na Coca-Cola, por exemplo.

  • Laranja: uma cor divertida e jovem que faz lembrar o outono e o aconchego, mas também o perigo e os avisos. É usado principalmente como uma cor de destaque (Amazon, Penguin Random House, FedEx).

  • Amarelo: pense na IKEA e no Mcdonald ‘s. O que eles têm em comum? Eles fazem você pensar em pechinchas baratas e divertidas! O amarelo sugere algo acessível e lúdico, por isso, se os produtos ou serviços que você oferece têm estas características, escolha o amarelo.

  • Verde: natureza, árvores, dinheiro, crescimento, regeneração, prosperidade. Esta cor está conectada a indústrias sustentáveis ​​e ecológicas, bem como com qualquer coisa que receba a luz verde metaforicamente. Veja, por exemplo, o caso do Starbucks ou Spotify com os seus novos tons de verde. Como eles fazem você se sentir sobre os serviços deles?

  • Azul: associado ao céu, ao oceano, calma, confiança, inteligência e confiabilidade. Por esse motivo, é amplamente utilizado por instituições financeiras como Visa, Paypal e outras grandes corporações. Você está administrando um negócio sério e quer gerar confiança imediatamente? Azul é a resposta.

  • Roxo: esta cor combina as qualidades do vermelho e do azul. Luxo, mistério e espiritualidade são as palavras-chave. Historicamente, os corantes roxos eram caros, portanto apenas a realeza poderia comprá-los. Hoje em dia está profundamente ligado à mística, à cura e à atenção plena.

E o preto e branco? Preto representa poder, sofisticação, elegância e valor. Já o branco significa saúde, pureza e sinceridade.

Seja claro sobre as suas cores primárias, secundárias e de destaque. Ao criar uma paleta de cores, tenha em mente a sua missão, objetivos e posição e escolha as opções certas, com a prioridade certa.

Tipografia

Escolher as fontes certas deve ser uma prioridade. Confira neste artigo como escolher a fonte certa para a sua marca, de acordo com o tom que você deseja para a sua comunicação.

Muitas empresas projetaram os seus próprios tipos de letra que refletem totalmente a sua identidade, enquanto outras usam Helvetica. Tenha cuidado – você não quer usar o Comic Sans quando é um consultor financeiro!

Claro que você pode escolher mais do que uma fonte, mas é importante que estas combinem. Ao emparelhar, defina a escala para cada tipo de conteúdo, como títulos, parágrafos principais, corpo do texto ou citações. Não se preocupe, pois existem ferramentas para ajudá-lo com isso. Vamos mostrá-los a você mais tarde neste artigo.

Elementos decorativos secundários

Desenhos originais, estilo de fotografia, padrões, etc. também fazem parte da sua marca e devem ser apresentados nas diretrizes.

Determine o estilo da fotografia para os produtos, redes sociais e conteúdo geral. Ao fazê-lo, pense nos estados de espírito que deseja despertar. Obtenha visuais consistentes usando os mesmos filtros ou o mesmo processo de pós-produção.

Como a ilustração será usada? Pense novamente nos estados de espírito, nas cores e na mensagem. Seria puramente decorativo?

Já a iconografia será utilizada não apenas para sites ou aplicativos, mas também em mídia impressa, quando aplicável. Por isso, escolha ou crie ícones que combinem com as fontes e o logotipo.

Reunindo as diretrizes da marca: que elementos devem ser incluídos

Depois de reunir os ativos de design, certifique-se de que eles sejam usados da maneira correta.

Pense em tudo o que for possível – uso de logotipo, combinação de fontes, layout do cartão de visita, correspondência, capa de documentos, embalagem…Vamos dividi-lo em cada elemento.

Práticas recomendadas e proibidas no uso do logotipo

Como você se esforçou tanto para criar o logotipo perfeito que carrega a identidade e a história da sua marca, seria vergonhoso se o logotipo fosse usado incorretamente, certo? Um manual de marca é um lugar perfeito para evitá-lo! Não há nada como uma lista bem clara daquilo que é permitido ou não.

Em primeiro lugar, mostre todos os formatos de logotipo aceitáveis e indique claramente as cores, tamanho, proporção e margem necessária ao redor do logotipo.

Veja como Netflix e Spotify definem o espaço livre em torno de seus logotipos:

Espaço livre à volta do logotipo da Netflix
Espaço livre à volta do logotipo do Spotify

Mostre também o posicionamento correto do logotipo em imagens, fotos ou materiais impressos:

Posicionamento correto do logotipo da Netflix

Certifique-se de que o logotipo está sempre legível:

Legibilidade do logotipo Netflix

Veja também como o Twitter faz isso:

Uso correto do logotipo Twitter

Logotipo do Twitter – Uso correto

Depois, mostre o que não deve ser feito – como, por exemplo, a Netflix faz aqui:

Proibições no uso do logotipo da Netflix

Proibições no uso do logotipo da Netflix

O Spotify aqui:

Proibições no uso do logotipo da Spotify

Proibições no uso do logotipo do Spotify

E o Slack aqui:

Proibições no logotipo do Slack

Uso indevido do logotipo do Slack

Você também nunca verá o pássaro do Twitter mostrado assim:

Proibições no uso do logotipo da Twitter

Uso indevido do logotipo do Twitter

Pense na acessibilidade e legibilidade também. O Spotify é muito específico em relação à colocação do logotipo em segundo plano. Por exemplo, é proibido colocar o logotipo numa imagem de dois tons:

Uso correto das cores do Spotify

Uso correto das cores do Spotify

Não hesite em indicar o tamanho mínimo do logotipo, substituições de cores ou fontes proibidas e assim por diante, como o Slack faz aqui:

O tamanho certo do logotipo do Slack

O tamanho certo do logotipo do Slack

Quanto mais claro você for, melhor! Lembre-se: imagens falam mais do que mil palavras. Adicione as suas variações de logotipo e especifique o espaço livre no modelo de manual da marca na página 4. Na página seguinte, descreva o uso correto e incorreto do mesmo.

Paleta de cores

Agora é hora de indicar as suas cores. Use não apenas os seus nomes, mas também os seus códigos para uso na web, tela e impressão.

Não faz ideia do que estamos a falar? Vamos dar uma olhada no famoso vermelho da Coca-Cola:

Cores da Coca-Cola

Cores primárias da Coca-Cola

O nome oficial de sua cor de assinatura é Coke Red.

PMS irá ajudá-lo a encontrar a cor na biblioteca Pantone. No entanto, nem todas as cores podem ser encontradas lá, portanto, você não vê equivalente na imagem acima.

Os valores CMYK são usados ​​na impressão, portanto, todas as impressoras irão imprimir o mesmo tom. Os designers saberão exatamente como definir a cor em seu software, para que a versão impressa seja a correta.

RGB significa VERMELHO-VERDE-AZUL, que são as cores que todas as telas usam. Portanto, esse código é útil quando os designers estão trabalhando nos conteúdos para sites ou mídias sociais.

Finalmente, HEX é usado por desenvolvedores web.

Coloque esta informação na página 6. Todos serão gratos a você!

Práticas permitidas para o uso do tipo de letra

Vamos agora para a página 7, que salvamos para o tipo de letra.

O tipo de letra pode se tornar um pilar da sua marca, especialmente quando você não usa nenhum elemento gráfico, mas apenas uma marca de palavra ou letra. Nesse caso, a consistência do uso das fontes é crucial.

Depois de listar as fontes usadas, mostre-as também em ação. Crie uma tabela, onde será mostrado o emparelhamento das fontes para título e texto. Além disso, explique o tamanho correto para cada título ou nota.

A pilha ideal de fontes é exibida assim no manual da marca Slack:

Fontes do Slack

Slack – pilha de fontes correta

Simplifique, pois não há necessidade de exagerar. Veja como o Uber combina as suas fontes:

Fontes da Uber

Fontes da marca Uber

E como eles usam a hierarquia para criar um tipo diferente de sentimento:

Hierarquia das fontes da Uber

Fontes Uber – hierarquia

Especifique o padrão, iconografia, estilo de fotografia

A beleza está nos detalhes! Agora vamos até a página 8, que é guardada para elementos secundários da marca, como os ícones, padrões, estilo de fotografia e o uso correto de ilustrações.

Elementos extra podem se tornar ativos poderosos no arsenal da sua marca. Os ícones não são mais considerados apenas detalhes!

Veja como, por exemplo, o Slack listou os seus ícones:

ícones do Slack

Ícones da marca Slack

O Uber também adora os seus ícones e usa diferentes tipos deles:

ícones da Uber

Taxonomia dos ícones Uber

Neste caso, não só a fonte primária é fundamental para a marca Uber, como a iconografia não apenas a complementa, mas estende massivamente o tipo de letra.

Mostre, não conte – marque as diretrizes

Para o manual, use as cores e fontes da marca escolhida. Considere isso como um exercício prático que ajudará todos a criar uma ideia do que você quer dizer quando está falando sobre fontes específicas para títulos e margens.

Você disse que o maior título da página deveria estar a negrito 16pt Helvetica? Certifique-se de não colocar em Arial. Seja conciso desde o início: todas as grandes marcas fazem isso!

Aprenda com as grandes empresas – exemplos de manuais de marca

Vamos conferir algumas das marcas populares e ver o que elas fazem para se tornarem memoráveis.

Inspire-se, consultando o manual das marcas Netflix, Slack, Twitter, Asana ou Uber.

Em primeiro lugar, todos eles usam componentes da marca no manual da marca, para que você possa ver imediatamente como trabalhar com os ativos da marca, para obter uma experiência concisa.

Todos eles começam com o logotipo – espaço livre, cores, uso, posicionamento e escala. Depois, para evitar criatividade indesejada, eles também mostram o que não pode ser feito. É assim que você nunca deve ver o logotipo da Uber:

Uso indevido do logotipo Uber

Uso indevido do logotipo Uber

Eles continuam com a cor, listando as cores primárias e complementares em HEX, CMYK e RGB. Se necessário, incluem também a lista de cores para ilustrações e fotografia.

Algumas das cores secundárias da Uber:

Cores secundárias Uber

Cores secundárias Uber

Depois é a vez da tipografia, que é um dos pilares para a construção de uma marca forte.

Após escolher o seu logotipo, cores e fontes, você está pronto para começar. O resto você vai descobrir facilmente.

Inspire-se nos criativos

Na Internet, você encontrará muitos sites que mostram os trabalhos criativos de outras pessoas: é o caso do Behance, Adobe Portfolio, Dribble.

Percorra alguns dos trabalhos e inspire-se – mas não muito! Pense sempre na identidade da sua marca para não acabar com um manual de marca para uma marca completamente diferente.

Além disso, se você encontrar um portfólio que realmente ama, por que não contratar o designer responsável por ele para ajudá-lo?

Ferramentas online para você começar

Caso você decida desenvolver a identidade da marca por conta própria, apresentamos uma lista de ferramentas on-line e recursos úteis que o ajudarão a começar.

Em primeiro lugar: criadores de logotipos

  • Webnode – no nosso CMS você pode criar um logotipo, combinando o tipo de fonte e ícones diretamente no projeto.
  • Adobe Creative Cloud Express: esta ferramenta permite que você crie um logotipo impressionante em poucos minutos.
  • Canva: esta popular ferramenta gráfica online também possui um criador de logotipo simples.
  • Design de logotipo gratuito: ferramenta online, totalmente gratuita, que irá ajudá-lo a criar logotipos com muita facilidade. Digite o nome da sua empresa e escolha a categoria. Depois, só tem de escolher o logotipo certo da lista.
  • Looka: outro popular. Digite o seu nome, escolha o seu setor, defina as suas cores favoritas e clique em gerar.

Geradores e bibliotecas de paleta de cores

  • Colormind: uma ferramenta intuitiva que permite escolher as suas cores favoritas uma a uma, bloqueando-as e gerando paletas harmoniosas.
  • Adobe Colors: uma ferramenta para profissionais que ajuda você a explorar diferentes regras de harmonia (Aplicar Regra de Harmonia de Cores (Análoga, Monocromática, Tríade, Complementar, Quadrada, Composto, Tons etc.)
  • Color Hunt: além de criar a sua paleta, você também pode navegar por milhares já criadas.
  • Color Space: é um gerador divertido que cria paletas genéricas com base na cor primária da sua marca.
  • BrandColors: esta ferramenta permite-lhe explorar as cores que outras marcas já usaram, para que você possa se inspirar

Dicas e truques para combinar fontes

  • Webnode: em nossos templates você encontrará combinações escolhidas pelos nossos designers que vão bem com o template selecionado. Basta escolher o mais atraente.
  • Typespiration: este site permite que você veja como diferentes tipos de fontes e paletas de cores combinam.
  • Mixfont: um gerador divertido e simples que fará você ver diferentes combinações em tempo real.
  • Fontpair: uma extensa biblioteca de combinações já criadas que parecem profissionais e elegantes.

Ícones

  • Icons8: não apenas ícones, mas também ilustrações, fotos, músicas para os seus vídeos e até mesmo ferramentas de design. Definitivamente vale a sua atenção.
  • Freepik: uma extensa biblioteca não apenas para ícones, mas também para fotos, vetores e outros recursos.
  • Flaticon: ícones e adesivos bonitos e gratuitos para os seus projetos.
  • Fontello: um belo gerador de fontes de ícones que o ajudará a criar uma fonte, a partir de ícones escolhidos.
  • Behance: desenvolvido pela Adobe, o Behance é uma grande rede para criativos de todo o mundo. Aqui encontrará muitos conjuntos de ícones gratuitos para download.
  • Drible: mais uma rede para autopromoção. Você não apenas se pode inspirar aqui, como também pode encontrar recursos gratuitos para fazer o download e usar.
  • DeviantArt: Outra rede de exposição popular para criativos que também serve como uma biblioteca de brindes.

Gráficos vetoriais, ilustrações e fotografia

  • Canva: uma plataforma gráfica muito popular que permite criar cartões de visita, logotipos, apresentações e muito mais de uma forma simples.
  • Adobe Creative Cloud Express: se você é fã do Photoshop e de outros softwares populares da Adobe, não há como errar aqui. Incríveis conjuntos de recursos estão à sua disposição para criar belos designs.
  • Visme: esta ferramenta irá ajudá-lo com gráficos mais complicados, como iconográficos. Toda a sua empresa pode colaborar nos projetos graças aos seus recursos avançados.
  • VistaCreate: uma ferramenta perfeita para criar conteúdo para redes sociais.
  • Freepik: milhares de vetores, PSDs, fotos e ilustrações para uso pessoal e comercial.
  • Vecteezy: uma biblioteca gratuita de vetores, fotos e vídeos que você pode usar nos seus projetos.
  • VectorStock: outro recurso popular de imagens vetoriais gratuitas e premium.
  • FreeVector: outra opção com muita arte vetorial e gráficos gratuitos.

Baixe o nosso modelo para o manual da sua marca

O nosso designer preparou um template que vai ajudá-lo a criar o manual da sua marca com facilidade!

Clique neste link para copiar nosso arquivo do Google Doc e começar a editá-lo. Substitua as instruções pelos seus próprios textos, logotipos, fontes e cores e, dessa forma, crie o seu próprio manual da marca.

Terminei. E agora?

Parabéns! Agora que você escolheu as cores e fontes a serem usadas, decidiu o melhor posicionamento do logotipo e juntou tudo num único documento, é hora de compartilhá-lo com o mundo.

Explique aos seus funcionários onde encontrar o documento e quando usá-lo. Por exemplo, para criar uma palestra para toda a empresa, o manual seria mais do que necessário.

Além disso, publique-o no seu site, para que seus parceiros de negócios também possam usá-lo, se for necessário.

Lembre-se, ao construir uma marca memorável, a consistência é a chave!

Não se esqueça de ler o guia sobre como criar um site de negócios.